“Se ensinarmos os alunos de hoje como ensinamos os de ontem, roubamos deles o amanhã.“

- John Dewey

O que é aprender?

Para que serve o cálculo da raiz quadrada? Na prática, como usamos os logaritmos?

Quando aprendemos de verdade, conseguimos aplicar o conhecimento para solucionar problemas reais do nosso dia a dia. Decorar fórmulas e regras não é o mesmo que aprender. Analisar, criticar e questionar informações para transformá-las em conhecimento, esse sim é o caminho do aprendizado para a vida inteira.

Aprender é apreender.

Como aprendemos?

Conviver, brincar, observar, participar, explorar, expressar. Há várias maneiras de aprender. É na interação com pessoas em diferentes situações e com tudo o que nos rodeia que ampliamos nosso conhecimento. O mais importante é entender que cada pessoa tem seu ritmo e sua forma de entender a realidade.

A aprendizagem não precisa seguir o mesmo padrão para todos, não é verdade?

Onde aprendemos?

Há melhor lugar para aprender do que o mundo que nos rodeia?

A natureza, os espaços públicos, os equipamentos esportivos e culturais, as áreas de lazer e descanso, todos eles são instrumentos educativos.

Por isso, vemos a escola como um todo, muito além da sala de aula. Ambientes diversos, flexíveis e abertos potencializam a criatividade e estimulam questionamentos que dão origem a novos aprendizados.

Baixe agora o nosso Ebook

Quando aprendemos?

Aprendemos o tempo todo.

Aprendemos quando interagimos com o mundo, quando nos relacionamos com o outro, quando temos novas experiências, quando observamos a natureza, e, principalmente, quando temos a motivação e o interesse genuíno por uma nova descoberta.

Com quem aprendemos?

Quem foi a última pessoa com quem você aprendeu algo?

É provável que tenha sido um amigo, um parente, um colega ou mesmo alguém da sua comunidade.

Modelos tradicionais de educação colocam o professor como aquele que domina o conhecimento, mas a verdade é que todas as pessoas com quem interagimos contribuem para nossa aprendizagem.

Como que sabemos que aprendemos?

Retendo informação inútil na memória de curto prazo, para ser debitada numa prova? Ou produzindo conhecimento traduzido nas evidências de aprendizagem de um portfólio?

“The more that you read, the more things you will know, the more that you learn, the more places you’ll go.”
– Dr. Seuss

Fale Conosco